Campanha de redução do consumo de água engarrafada "Cada coisa no seu lugar e o das garrafas de plástico não é no mar!"

Publicado em terça, 30 abril 2019, 11:02

 

A Escola Secundária do Entroncamento, no âmbito do projeto ECO-ESCOLAS e ERASMUS+, tem vindo a envolver-se numa campanha com o objetivo de reduzir a utilização de garrafas de plástico e incentivar o consumo de água da torneira, motivo pelo qual, no dia 27 de março, convidou, numa ação simbólica, a comunidade escolar a colocar a sua (última) garrafa de plástico numa rede colocada no átrio da escola para o efeito.

 A iniciativa pretendeu “sensibilizar a comunidade escolar (alunos, funcionários e professores) a adotar hábitos de consumo mais conscientes, através da sua sensibilização para os problemas ambientais que assolam o nosso planeta, entre os quais o uso excessivo de plástico descartável”, responsável pela poluição do mar. Estiveram presentes a Diretora, o Subdiretor e restantes membros da Direção. A equipa Eco-Escola explicou aos presentes a importância e os objetivos da campanha. A Diretora aplaudiu a ação e elogiou os alunos, sensibilizando-os para o papel crítico e preponderante que terão, em matéria de Responsabilidade Social & Sustentabilidade, já que serão os Futuros Agentes de Mudança. Sugeriu que como equipa seguissem em frente e acompanhassem de perto a mudança de hábitos na população escolar.

Na ocasião, foram divulgados os seguintes números: ascendeu a perto de 20000 o número de garrafas de água em plástico vendidas no Agrupamento, no ano letivo de 2017-2018; a nível nacional, em 2017, mais de 86% dos portugueses compraram água engarrafada; os plásticos descartáveis representam 50% de todo o lixo marinho, com repercussões não só ambientais mas também na nossa saúde, pois os plásticos degradam-se até formarem microplásticos, que por sua vez se disseminam, servindo de alimento aos peixes, peixes estes que acabam por entrar na cadeia alimentar humana; se cada um de nós usar só uma garrafa (reutilizável) para beber água, em apenas um ano poupamos 2 410 000 garrafas o equivalente à emissão de 200 toneladas de CO2.

O próximo passo da campanha passará por ações que promovam a consolidação da substituição da água engarrafada pela da torneira enquanto opção mais ecológica, económica e acessível. Para tal, apelou-se aos alunos, professores e funcionários que passem a utilizar um termo reutilizável que se enche de água (pretende-se que da torneira, pois é de boa qualidade) as vezes que forem necessárias. Com efeito, como referiu a Prof.ª Lucinda Mendes, uma das dinamizadoras da campanha, devemos a preservação da água às gerações futuras, de forma a garantir a sua existência, sendo esta uma obrigação que deve ser assumida por todos nós, aqui e agora.

 
Visitas: 249