"Um bloom de Camomilas na Secundária..." - Menção Honrosa pela Fundação Prémio Ilídio Pinho

Publicado em quinta, 17 julho 2014, 16:33

Turma 11A

 11ºA CT - Turma envolvida no Projeto

Projeto "Um bloom de Camomilas na Secundária..." - Vídeo de apresentação

Fundação Prémio Ilídio Pinho - Lista de Vencedores Ciência na Escola 2014

 

"Um bloom de Camomilas na Secundária... UMA ESTRATÉGIA PARA A VALORIZAÇÃO DE UM RECURSO SILVESTRE, uma planta aromática emedicinal (PAM) - Agraciado com MENÇÃO HONROSA pela FUNDAÇÃO ILÍDIO PINHO.

A Fundação Ilídio Pinho, visando incentivar a conceção de projetos multidisciplinares lançou no ano 2013-2014 o repto às Escolas para que as candidaturas à 11ª edição do "Ciência na Escola", se centrassem em "projetos que valorizassem as potencialidades dos recursos naturais, assentes nos saberes científicos e tecnológicos".
"Um bloom de Camomilas na Secundária... UMA ESTRATÉGIA PARA A VALORIZAÇÃO DE UM RECURSO SILVESTRE, uma planta aromática e medicinal (PAM) – projeto desenvolvido nos laboratórios de biologia da escola Secundária do Entroncamento, em parceria com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB/ESA), foi distinguido com uma menção honrosa pela Fundação Ilídio Pinho, no 4º escalão, a nível nacional. O projeto foi desenvolvido pelos alunos do 11º ano da turma A de Ciências e Tecnologias sob a coordenação da sua professora de Biologia-Geologia Lucinda Mendes.
A parceria estabelecida com a Escola Superior Agrária de Castelo Branco, através do apoio técnico (extração do óleo essencial das inflorescências das nossas Camomilas) de Fernanda Maria Grácio Delgado Ferreira de Sousa, (doutorada em Engenharia Agronómica), professora do Departamento de Ciências da Vida e Alimentação, da Escola, desde 1987, e de equipas de cientistas de investigação (Engenheira Manuela Goulão; Prof. Doutora Cristina Pintado; Lic. Helena Silva, Engª Conceição Amaro Silva, Professora Mª Teresa Coelho e as Engenheiras Mª da Graça Diogo e Marta Baptista), foi fundamental para o sucesso do projeto.
Um dos principais problemas da cultura dos morangos, pós colheita, é a incidência de doenças como a provocada pelo fungo Botrytis cinerea (podridão cinzenta). Testar o efeito do óleo essencial da espécie de camomila Chamaemelum fuscatum que floresce nos campos incultos da escola, em morangos, como tratamento preventivo e curativo, foi o objetivo deste projeto.
Foram várias as atividades desenvolvidas: Estudo das condições preferenciais da Camomila - análise do solo e outros fatores abióticos: identificação da espécie desta planta aromática; extração, rendimento do seu óleo essencial; Investigação do potencial deste, no controle da doença podridão cinzenta em morangos (testes" in vitro" e "in vivo").
Estão de parabéns os alunos do 11.º A CT, que com o seu empenho e o dinamismo da sua professora, Lucinda Mendes, colocaram em prática uma ideia, desenvolveram uma investigação e sentem que contribuíram, de algum modo, para um mundo mais equilibrado e sustentável!

 

Visitas: 828