Entrada

SAPAO Decreto-Lei n.º 93/2009, de 16 de abril, alterado pelo Decreto-Lei n.º 42/2011, de 23 de março, criou o Sistema de Atribuição de Produtos de Apoio (SAPA), que pretende assegurar a atribuição de produtos de apoio às pessoas com deficiências e com incapacidades, de natureza permanente ou temporária, concretizando uma política global, integrada e transversal, de forma a compensar e a atenuar as suas limitações na atividade e restrições na participação.

A Portaria n.º 192/2014, de 26 de setembro, regula a criação e manutenção da Base de Dados de Registo SAPA, bem como a prescrição dos produtos de apoio, com o objetivo de garantir a eficácia do sistema, a operacionalidade e a eficiência dos mecanismos do SAPA, promovendo uma aplicação criteriosa do mesmo.

A Portaria n.º 78/2015, de 17 de março, aprova o modelo da ficha de prescrição de produtos de apoio no âmbito do SAPA.

O referido Decreto -Lei n.º 93/2009, de 16 de abril, estabelece, no artigo 7.º, que as entidades prescritoras dos produtos de apoio são definidas por despacho dos respetivos membros do Governo que as tutelam.

O Despacho n.º 5291/2015, de 21 de maio, estabelece a rede nacional de CRTIC como centros prescritores de produtos de apoio do Ministério da Educação no âmbito do SAPA, devendo estas entidades ser contactadas para a avaliação de alunos com necessidades educativas especiais, a fim de garantir a inclusão educativa destes alunos e o consequente acesso aos produtos de apoio.

 

Actualizado em (Sexta, 12 Fevereiro 2016 16:27)

 

IMG 20160203 144232-1O CRTIC Santarém esteve presente, do dia 3 de fevereiro de 2016, na Escola Profissional de Torres Novas, para dinamizar um workshop denominado "Tecnologias de Apoio em Educação Especial".

Esta atividade decorreu de um convite endereçado por uma aluna do 3.º ano do Curso de Animador Sociocultural daquela instituição, a qual pretendeu contribuir para um conhecimento mais aprofundado destas temáticas no seio da sua instituição de ensino, incluindo esta atividade no âmbito da sua Prova de Aptidão Profissional.
Estiveram presentes colegas e docentes da Escola, tendo sido abordadas de forma genérica problemáticas relacionadas com a utilização de tecnologias com pessoas portadoras de deficiência e em particular aquelas que estão relacionadas com adequações para baixa visão e cegueira. Foram ainda demonstrados alguns produtos de apoio e divulgadas as funções dos CRTIC enquanto centros prescritores destes produtos no âmbito do Ministério da Educação.

Actualizado em (Sexta, 12 Fevereiro 2016 16:36)

 

11715402 10203254854091890 1684336811 oNo dia 15 de Abril o CRTIC Santarém, em colaboração com o Departamento de Educação Especial do Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves, em Torres Novas, efetuou uma ação de sensibilização à utilização de tecnologias na sala de aula.
Estiveram presentes 19 docentes, os quais participaram ativamente na abordagem às temáticas, e foi possível refletir acerca das metodologias, dos materiais e dos benefícios pedagógicos da mobilização de tecnologias em contexto de sala de aula.
No que disse respeito à utilização de equipamentos por alunos enquadrados na Educação Especial, foram manipulados alguns equipamentos que fazem parte do acervo do CRTIC e demonstrada a sua funcionalidade e adequação específica a alunos com necessidades educativas especiais para mobilização do currículo.

Actualizado em (Terça, 07 Julho 2015 14:21)

 

20150930 151942 rDecorreu no passado dia 30 de setembro de 2015 uma sessão de apresentação e divulgação das funções do CRTIC Santarém junto dos docentes de Educação Especial do Agrupamento de Escolas de Alcanena.
Foram descritas as atribuições e competências dos CRTIC à luz do Despacho n.º 5291/2015, de 21 de maio, com especial ênfase nas áreas que devem ser acauteladas, pelos docentes, se pretenderem que os alunos beneficiem de produtos de apoio através do Sistema de Atribuição de Produtos de Apoio (SAPA).

Actualizado em (Terça, 13 Outubro 2015 08:51)

 

IMG 2463848839111O CRTIC Santarém participou no Congresso "Educação Especial – formar para melhor intervir", organizado pelo Centro de Formação Templários, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. Decorreu em 23 e 24 de janeiro de 2015, em Tomar, no Auditório da Biblioteca Municipal.

Os objetivos foram os seguintes: facultar o enriquecimento teórico sobre as várias áreas de abrangência do tema; sensibilizar os professores para a utilização de estratégias e técnicas específicas; contribuir para melhorar a eficácia de intervenção dos docentes e outros profissionais, visando a promoção de comportamentos adequados; sensibilizar os professores para a diferenciação na intervenção com alunos com NEE; fomentar a reflexão e a partilha de estratégias suscetíveis de melhorar a intervenção com alunos com NEE e partilhar experiências pedagógicas no contexto das NEE.

A nossa comunicação denominou-se "Competências tecnológicas na intervenção com alunos NEE" tendo abordado as temáticas da utilização de recursos tecnológicos em Educação Especial, da formação externa e interna de docentes e das ferramentas gratuitas ou de baixo custo para utilização em contextos educativos com alunos com NEE.

Um vídeo sobre o Congresso pode ser encontrado aqui.

Foi com grande prazer que estivemos presentes e com especial agrado que assistimos às intervenções dos restantes participantes, as quais denotaram uma qualidade e interesse marcantes.

 

Actualizado em (Quarta, 25 Março 2015 11:28)

 
rankerzseo | SharePoint Server 2010