Entrada

w3c homeAs Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG) 2.0 abrangem um vasto conjunto de recomendações que têm como objetivo tornar o conteúdo Web mais acessível. O cumprimento destas diretrizes fará com que o conteúdo se torne acessível a um maior número de pessoas com incapacidades, incluindo cegueira e baixa visão, surdez e baixa audição, dificuldades de aprendizagem, limitações cognitivas, limitações de movimentos, incapacidade de fala, fotossensibilidade bem como as que tenham uma combinação destas limitações. Seguir estas diretrizes fará também com que o conteúdo Web se torne mais usável aos utilizadores em geral.

Os critérios de sucesso das WCAG 2.0 são escritos sob a forma de declarações testáveis, que não dependem de uma tecnologia específica. As orientações sobre a forma de satisfazer um critério de sucesso específico para uma tecnologia em particular, bem como informação geral sobre a interpretação de um determinado critério de sucesso, encontram-se disponíveis em documentos separados. Consulte o documento Uma Visão Geral sobre as Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (em inglês) para obter informação de enquadramento e aceder a um conjunto de hiperligações para documentação técnica e didática relativa às WCAG.

As WCAG 2.0 sucedem às Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web 1.0 (em inglês) publicadas como uma Recomendação W3C em maio de 1999. Apesar dos conteúdos poderem estar em conformidade com as WCAG 1.0 ou com as WCAG 2.0 (ou ambas), o W3C recomenda que os novos conteúdos, ou os que sejam objeto de atualização, utilizem as WCAG 2.0. O W3C recomenda ainda que as políticas de acessibilidade na Web tenham como referência as WCAG 2.0

Foi publicada, a 24 de outubro, a tradução oficial para Língua Portuguesa destas diretrizes, que pode ser encontrada em http://www.w3.org/Translations/WCAG20-pt-PT/WCAG20-pt-PT-20141024/

Actualizado em (Segunda, 03 Novembro 2014 12:12)

 

10402595 690935917642102 1766804559431885992 nO CRTIC Santarém foi convidado a participar no II Encontro "A Arte de Educar", que se realizou no dia 3 de julho de 2014 no auditório da Escola Superior de Saúde de Santarém.

Organizado pela equipa da educação para a saúde do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, o encontro reuniu vários especialistas nos assuntos em debate: André Freire, do Instituto Universitário de Lisboa, Nuno Serra, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Sérgio Niza, do Movimento da Escola Moderna, José Morgado, do Instituto Superior de Psicologia Aplicada e ou Maria do Céu Roldão, da Universidade Católica de Lisboa.

Contou ainda com a participação de vários responsáveis de instituições do distrito, casos de Maria do Céu Dias, da APPACDM de Santarém, Marco Nobre e Sara Costa, do CEE "O Ninho" de Rio Maior, e de Paulo Nunes e Sílvia Canha, da CRTIC Santarém.

A sessão de abertura contou com a presença de Margarida da Franca, diretora do Agrupamento Escolas Alexandre Herculano, Tiago Leite, diretor da Segurança Social de Santarém, e da vereadora Inês Barroso, que realçou o papel da escola "como um poderoso instrumento na promoção das condições necessárias ao desenvolvimento de sociedades inovadoras"

O encontro decorreu ao longo de todo o dia, dividido em vários painéis, e terminou com a intervenção da coordenadora da equipa da educação para a saúde, Maria Teresa de Jesus.

Adaptado de uma notícia publicada em RedeRegional.

Actualizado em (Segunda, 03 Novembro 2014 12:13)

 

DAISYplain highO CRTIC Santarém vai promover, no dia 15 de janeiro de 2014, uma oferta formativa relacionada com a implementação do Sistema DAISY, para alunos com cegueira e baixa visão, com o objetivo de agilizar os procedimentos que se prevê virem a ser adotados no âmbito da aplicação de provas e exames, tanto para docentes que tenham frequentado aquela ação no ano anterior como para outros docentes que no presente ano contactem com alunos com estas especificidades (alunos dos 4º, 5º, 6º, 8º, 9º, 11º e 12º anos, elegíveis às medidas da Educação Especial e portadores de cegueira ou baixa visão que não realizem provas em Braille).
Os agrupamentos de escolas e as escolas não agrupadas da área de influência do CRTIC Santarém já foram contactados no sentido de indicarem os docentes que frequentarão esta oferta formativa

Actualizado em (Segunda, 03 Novembro 2014 12:16)

 

MOOC INCTECEncontram-se abertas até dia 30 de março de 2014 as inscrições para o curso online «Inclusão e Acesso às Tecnologias», promovido pela Direção-Geral da Educação em colaboração com o Centro de Recursos TIC para a Educação Especial e o Centro de Competência TIC da ESE de Santarém, no âmbito do projeto europeu SENnet.
O curso tem a duração de 10 semanas e decorrerá entre 31 de março e 8 de Junho 2014.
O curso está aberto a qualquer interessado, embora tenha sido concebido para uma comunidade educativa que lida com alunos com necessidades educativas especiais.
As inscrições devem ser feitas na página web - http://inctec2014.blogspot.pt/ e para informação mais detalhada deve consultar a página «Para começar» onde se encontra o guião do curso.

Actualizado em (Segunda, 03 Novembro 2014 12:14)

 

20141030 162131-pequenaO Centro de Recursos de Tecnologias de Informação e Comunicação para a Educação Especial de Santarém (CRTIC Santarém) foi criado no ano lectivo de 2008-2009 no âmbito da política de inclusão dos alunos com Necessidades Educativas Especiais, de carácter prolongado, no ensino regular, e da medida inserida no Plano de Acção para a Integração da Pessoa com Deficiência ou Incapacidade.

A finalidade dos Centros de Recursos TIC para a Educação Especial consiste na avaliação destes alunos para fins de adequação das tecnologias de apoio às suas necessidades específicas, na informação/formação dos docentes, profissionais, auxiliares de educação e famílias sobre as problemáticas associadas aos diferentes domínios de deficiência ou incapacidade.

Continuar...

 
rankerzseo | SharePoint Server 2010